TI e sustentabilidade: qual a relação e como conectá-los?



Nos últimos anos, muitos negócios buscaram formas de se tornar mais sustentáveis. A pressão por parte dos consumidores gerou mudanças em várias áreas e, nesse cenário, o vínculo entre TI e sustentabilidade não pode ser ignorado.

Com a tecnologia integrada a vários processos corporativos, é impossível buscar um ambiente corporativo que aproveite bem os recursos disponíveis ignorando a TI. Saiba o motivo abaixo!

A importância da sustentabilidade no ambiente de negócios

Entre as várias mudanças que o mercado passou nos últimos anos, a busca por mais sustentabilidade foi uma das mais marcantes. Hoje, o perfil do consumidor é pautado por uma grande preocupação sobre como empresas mantêm os seus processos, as suas iniciativas para reciclar produtos e o impacto ambiental de suas mercadorias.

Naturalmente, isso afetou o modo como todos os negócios são gerenciados. É por isso que muitas companhias de vários setores possuem estratégias para reduzir o uso de recursos como água e energia elétrica.

Além disso, há processos que incentivam os profissionais a reaproveitarem materiais, utilizarem menos documentos impressos e adotarem uma rotina mais sustentável dentro e fora do ambiente corporativo. Em outras palavras, as empresas se tornaram agentes de mudanças, impulsionando práticas que tornam a nossa economia mais eco-friendly e econômica.

Como a TI Verde auxilia a sua empresa a ter um ambiente mais econômico

A tecnologia também entrou nas ações de negócios que buscam mais sustentabilidade. Essa tendência é chamada de TI Verde, que pode ser vista como uma nova forma de ver o setor de TI e os equipamentos tecnológicos.

Companhias que investem na TI Verde buscam um ambiente de trabalho mais econômico, moderno e inovador. Investimentos são feitos para reduzir o consumidor de energia, o uso de espaço físico e, ao mesmo tempo, o aumento de performance.

Entre as práticas que envolvem esse processo e permitem a vinculação da tecnologia com a sustentabilidade, nós podemos apontar:

  • a adoção de servidores e máquinas virtuais para reduzir o consumo de energia e de sistemas de refrigeração;
  • o descarte adequado de equipamentos;
  • a troca de dispositivos antigos por máquinas modernas e com menor consumo de energia;
  • o reaproveitamento de papéis;
  • a digitalização de rotinas;
  • o incentivo à reciclagem;
  • a automação da gestão de equipamentos, como os de ar-condicionado;
  • o monitoramento e o controle do nível de carbono emitido pela área.

Essas práticas permitem que a TI e a sustentabilidade andem lado a lado. O negócio terá um time de TI com equipamentos capazes de apresentar um alto desempenho sem que isso implique em desperdício de recursos. Além disso, os profissionais terão uma rotina inteligente e sustentável.

Relação entre TI e competitividade

A tecnologia já faz parte do dia a dia de vários negócios. Ela é uma parte crucial da rotina de companhias que buscam uma forma mais inteligente, integrada e moderna de executar as suas atividades. Mas, se má gerenciada, pode se tornar uma fonte de desperdício de recursos para qualquer empreendimento. Em função disso, quem pretende ter um negócio mais sustentável e competitivo deve sempre estar atento ao modo como os serviços do setor de tecnologia são executados.

A partir das informações destacadas, fica claro como o vínculo entre TI e sustentabilidade, quando ignorado, impede que o negócio encontre novas oportunidades de melhorar o uso dos recursos disponíveis. Porém, quando encarado enquanto prioridade, dá mais chances para a empresa inovar e se manter competitiva.

Gostou dessa dica e quer mais receber outros conteúdos como este? Então assine a nossa newsletter!